Inauguração do Centro Comercial Porto Veneza em Zaragoza

Barcelona · 2 de Outubro, 2012

Amanhã será a inauguração em Zaragoza da fase final do Porto Veneza, o maior centro comercial e de lazer da Europa. Projetado pelo estúdio de arquitetura L35 e promovido por Eurofund Investmenst Zaragoza, este centro destaca-se por sua articulação ao redor de um lago central, que se completa com instalações comerciais e de lazer divididas em espaços temáticos.

Com uma ABL de 120.000 m² e 150 lojas comerciais, Porto Veneza, será amanhã, o maior centro comercial e de lazer de Europa. O projeto começou em 2000 e o parque comercial iniciou suas atividades em 2007, com a abertura do Parque Medianas destinado a Moveis e Eletrodomésticos, com marcas como Leroy Merlin, IKEA, Conforama, entre outras. A fase final, que será inaugurada amanhã, inclui uma galeria de moda com dois níveis, áreas de lazer familiar, cinemas, esportiva e de aventura e  que se situam ao redor de um lago navegável de 7.500 m². O lago, que é abastecido de água pelo Canal Imperial de Aragon, serve também como depósito natural de irrigação para todo o complexo e concentra as atividades de lazer ao ar livre e de contato com a natureza. L35 planejou este projeto como um ícone de modernidade entre os pinhais e a desértica paisagem do entorno. Porto Veneza é um grande complexo estruturado linearmente ao longo de um grande espaço aberto com a água e a paisagem como protagonistas. Em um projeto desta envergadura, onde predominam a dimensão horizontal, se faz necessário diferenciar os edifícios criando volumes, peles, texturas e cores diversas com o objetivo de quebrar a monotonia para que o visitante descubra o espaço como um entorno urbano construído ao longo do tempo. Todo o complexo foi projetado de acordo com uma criteriosa divisão de áreas funcional: ao norte situa-se um edifício com uma galeria coberta e fechada de duas plantas. A oeste, o recinto do canal com lojas e restaurantes a beira do lago, com uma escala mais intima e edifícios mais baixos. Ao sul, os estabelecimentos de lazer e equipamentos desportivos no térreo e uma praça com cinemas, lojas de lazer e restaurantes no mezanino. Os marcos arquitetônicos mais relevantes e identificativos do projeto são a “onda” da cobertura da galeria, a silhueta ondulada que identifica o perfil da galeria comercial desde longe e os volumes escultóricos dos edifícios singulares inspirados em rochas da paisagem aragonesa. A complexidade volumétrica, assim como o uso de variados materiais, texturas e cores nas fachadas e nas coberturas, aporta riqueza e qualidade formal. A busca deliberada pelos contrastes entre materiais naturais como madeira, mármore, granito, ardósia com outros transformados industrialmente, como os muros cortinas de alumínio e vidro, o zinco, as bandejas de alumínio, a chapa estirada e o fibro cimento, como modo de enlaçar natureza e artificial, tradição e modernidade. Um projeto sustentável, desenhado seguindo um programa meio ambiental específico, Porto Veneza foi desenhado seguindo um programa meio ambiental coordenado para garantir a sustentabilidade do projeto. Localizado junto a um amplo pinheiral, foi contemplado além disso, com plantação de mais de 10.000 arvores em seu interior, assim como a construção de ciclo faixa de mais de 10 km e bicicletário. Os edifícios de Porto Veneza estão desenhados de forma que o consumo energético seja reduzido ao máximo, ao mesmo tempo que promove o uso de energias alternativas (painéis fotovoltaicos, ventilação natural e otimização da luz do sol). A agua potável destina-se exclusivamente ao consumo humano. Porto Veneza espera minimizar o tráfego nas imediações para evitar congestionamentos e reduzir a geração de CO2, fomentando o uso do transporte público. Os sistemas de minimização do consumo energético e de gestão de resíduos elegidos levaram em consideração a alta exposição solar do entorno. Segundo Eduardo Simarro, sócio diretor de L35 Arquitetos, “Porto Veneza é um projeto ambicioso: talvez único desse tipo na Espanha. Reúne qualidades diferenciadas em relação a outros projetos similares por sua localização ao redor de um lago e seus mais de 25.000 metros quadrados de zonas verdes, assim como a plantação de diversas espécies vegetais em todo seu âmbito”.

Puerto Venecia em cifras”: ARQUITETURA E DESENHO: L35 Equipe colaboradores: NB35 (estruturas), PGI Grup (instalações), Theo Kondos (iluminação), Mike Smith e Dos a Dos (paisagismo). PROMOTOR: EUROFUND INVESTMENTS ZARAGOZA. AREA CONSTRUÍDA: 275.000 m². ABL: 120.000 m². VAGAS: 3.900 (estas cifras incluem o edifício do El Corte Inglês de design e construção próprios).

Más información